Forty Five Days



@vermelhomeuallstar


"Quando poder ouvir seu coração

Quando quiser que eu segure sua mão

Quando achar que nada vai mudar

Acalme os ânimos e espere!

Espere, pois a vida irá lhe mostrar que as coisas simples são as mais importantes,

Que lugares são os mesmos lugares, mas os dias modificam o significado do lugar,

Que você precisa celebrar a alegria de viver,

Que não importa a quantidade de pessoas que te amam, mas, sim, à medida que seu coração é capaz de amar todas elas.

Chorar faz bem!

Vai passar, sempre passa!

Palavras não são apenas palavras, muitas machucam mais do que um tapa.

Alegria não se compra!

Tristeza não corrói se você reagir.

Gostos amargos podem ser substituídos,

E o amor?

Ah, o Amor!

Ele me corrói, não me deixa reagir, me faz enxergar a lindeza das coisas.

O amor que me consome me deixa leiga, tensa, me faz sorrir olhando o nada!

Ah, o amor!

Amor que me deu, que me presenteou, que me escolheu.

O seu amor,

Só meu, que me faz viver."


...


Forty Five days está disponível no site da editora Crystal Books e à partir da próxima semana, na livraria física Martins fontes paulista.


Essa junção de poemas que escrevi durante a quarentena no ano de 2020, assim que o COVID surgiu no Brasil, são poemas de desabafo, um escalonamento de múltiplos sentimentos, poemas de sofrimento, frases e músicas durante meu período bagunçado.


Quarenta e cinco dias diferentes de todos os outros que enfrentei.


Tive o prazer de dividir a escrita com o poeta Rafael Caldeira que construiu um prefácio incrível.